Submissões

O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • Declaração de responsabilidade e transferência de direitos autorais assinada por cada autor.

  • Verificar se estão completas as informações de legendas das figuras e tabelas.

  • Preparar página de rosto com as informações solicitadas.

  • Incluir o nome da agência financiadora e o número do processo.

  • Indicar se o artigo é baseado em tese/dissertação, colocando o título, o nome da instituição, o ano de defesa, em nota de rodapé.

  • Enviar cópia do parecer do Comitê de Ética.

  • Incluir título abreviado (short title), com quarenta caracteres, para fins de legenda em todas as páginas.

  • Verificar se as referências estão citadas no texto.

  • Incluir permissão de editores para reprodução de figuras ou tabelas publicadas.

  • Os autores estão cientes e de acordo com a norma da Revista de solicitar, em alguns casos, a versão em inglês do artigo, que deverá ser providenciada pelos autores.

Diretrizes para Autores

PREPARO DO MANUSCRITO 


Submissão de trabalhos

Os autores deverão entrar em contato com a secretaria via e-mail (sbi.revistaeducacao@puc-campinas.edu.br) solicitando o template do artigo.

Todos os artigos devem ser submetidos, exclusivamente, de forma eletrônica pela página do Portal de Periódicos Científicos da PUC-Campinas https://seer.sis.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/reveducacao.

Se for o primeiro acesso, o(s) autor(es) deve(m) preencher os dados pessoais no item “Cadastro”. Se já estiver(em) cadastrado(s), basta preencher login e senha.

Para submeter trabalhos, deve-se seguir as demais instruções do próprio sistema. É obrigatória a inclusão dos nomes, Instituições e orcid de todos os autores/coautores do artigo submetido (atentar para a estrutura do orcid que deve ser a mesma indicada abaixo do campo de preenchimento).

Autoria

O crédito de autoria deverá ser baseado em contribuições substanciais, tais como concepção e desenho, ou análise e interpretação dos dados. Não se justifica a inclusão de nomes de autores cuja contribuição não se enquadre nos critérios acima. Também deve estar registrado na 1ª página do artigo a origem institucional e titulação acadêmica de cada autor.

A revista recomenda fortemente que todos os autores e coautores tenham seus currículos atualizados na Plataforma Lattes, para submissão de artigos.

A tramitação do artigo só será iniciada após a inclusão destas informações na página do título.

Os manuscritos devem conter, na página de identificação, explicitamente, a contribuição de cada um dos autores.

Informar o número de Registro ORCID® (Open Researcher and Contributor ID). Caso não possua, fazer o cadastro através do link: <https://orcid.org/register>. O registro é gratuito. Saiba mais aqui.

Os autores devem indicar três possíveis revisores para o manuscrito com os respectivos e-mails e as instituições as quais estão vinculados. Opcionalmente, podem indicar três revisores para os quais não gostaria que seu trabalho fosse enviado.


APRESENTAÇÃO DOS MANUSCRITOS

No corpo do texto, não deve haver identificação autoral nem institucional.

Os manuscritos deverão ser redigidos na nova ortografia a partir das seguintes especificações:

  • Espaço entrelinhas 1,5.
  • Fonte Arial 11.
  • O arquivo deverá ser gravado em editor de texto similar à versão 2010 do word.
  • O papel deverá ser de tamanho A4 com formatação de margens superior e inferior (2,5cm), esquerda e direita (3cm).
  • A numeração das páginas deve ser feita no canto inferior direito.
  • Deverá ter entre 15-20 páginas (A contagem de páginas começa pela página de rosto, numerada como página 1, e inclui todas as ilustrações e referências).

No preparo do original, deverão ser observados os seguintes itens, na folha de rosto:

   a) Título e subtítulo do artigo (até 15 palavras) no idioma de origem e em inglês;

   b) Sugestão de título abreviado para cabeçalho, não excedendo cinco palavras;

   c) Nome de cada autor, por extenso, seguido por filiação institucional. Não abreviar os prenomes;

   d) Todos os dados da titulação e afiliação deverão ser apresentados por extenso, sem nenhuma sigla;

   e) Indicações dos endereços completos das universidades às quais estão vinculados todos os autores;

   f) Indicação de endereço para correspondência com o editor para a tramitação do original, incluindo telefone, endereço eletrônico, cidade, estado e país;

   g) Informar o número de Registro ORCID® (Open Researcher and Contributor ID). Caso não possua, fazer o cadastro através do link: https://orcid.org/register. O registro é gratuito;

  h) Informar, explicitamente, a contribuição de cada um dos autores no artigo. O crédito de autoria deverá ser baseado em contribuições substanciais, como concepção e desenho, análise e interpretação dos dados, revisão e aprovação da versão final do artigo. Não se justifica a inclusão de nomes de autores cuja contribuição não se enquadre nos critérios acima;

  i) Informar se o artigo é oriundo de Dissertação ou Tese, indicando o título, autor, universidade e ano da publicação;

  j) Informar telefone e endereço de email de todos os autores;

  k) Poderá ser incluída nota de rodapé. Agradecimento contendo apoio financeiro (indicar por extenso o órgão de fomento e o número do edital e processo) e agradecimentos pela colaboração de colegas e técnicos deverão aparecer em parágrafos não superiores a três linhas.

 

ESTRUTURA DO TEXTO

Resumo e palavra-chave (no idioma de origem e em inglês)

O resumo deve ter entre 1.000 e 1.500 caracteres (considerando os espaços), sem siglas; e as palavras-chave, que identificam o conteúdo do artigo, devem ser entre três e cinco. O resumo deve conter, obrigatoriamente, informações sobre o(s) objetivo(s), procedimentos metodológicos (explicitando instrumentos, lócus e participantes da pesquisa – este último tópico, no caso de pesquisas empíricas) e resultados.

Para definição das palavras-chave, utilizar vocabulário controlado dos sites do INEP e UNESCO; <http://portal.inep.gov.br/pesquisa-thesaurus> e <http://databases.unesco.org/thesaurus/>. Sugere-se utilizar palavras-chave diferentes das que constam no título do artigo. Para a redação e estilo do resumo, observar as orientações na NBR-6028, da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Texto: com exceção dos manuscritos apresentados como Revisão, Ensaio e Comunicação, os trabalhos deverão seguir a estrutura formal para trabalhos científicos:

Introdução: deve conter revisão da literatura atualizada e pertinente ao tema, adequada à apresentação do problema, e que destaque sua relevância. Não deve ser extensa, exceto em caso de manuscritos submetidos como Artigo de Revisão.

Procedimentos metodológicos: devem conter descrição clara e sucinta do método empregado, incluindo as técnicas de pesquisa e os procedimentos adotados – informar, também, se o método é aplicável. Informar que a pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em pesquisa. Em relação à análise estatística, os autores devem demonstrar que os procedimentos utilizados foram não somente apropriados para testar as hipóteses do estudo, mas também corretamente interpretados. Os níveis de significância estatística (ex. p<0,05; p<0,01; p<0,001) devem ser mencionados.

Resultados: sempre que possível, os resultados devem ser apresentados em Tabelas ou Figuras, elaboradas de forma a serem autoexplicativas e com análise estatística. Evitar repetir dados no texto.

Discussão: deve explorar, adequada e objetivamente, os resultados, discutidos à luz de outras observações já registradas na literatura.

Conclusão: apresentar as conclusões relevantes, considerando os objetivos do trabalho, e indicar formas de continuidade do estudo. Não serão aceitas citações bibliográficas nesta seção.

Agradecimentos: podem ser registrados agradecimentos, em parágrafos não superiores a três linhas, dirigidos a instituições ou indivíduos que prestaram efetiva colaboração para o trabalho.

Ilustrações (Tabelas, Figuras e Quadros)

São consideradas ilustrações quaisquer tipos de tabelas, figuras, gráficos, desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, mapas, organogramas, diagramas, plantas, quadros, retratos, etc., que servem para ilustrar os dados da pesquisa. É imprescindível a informação do local e ano do estudo para artigos empíricos. Não é permitido que figuras representem os mesmos dados de tabelas ou dados já descritos no texto.

São aceitas, no máximo 5 (cinco) ilustrações por artigo, incluindo todas as tipologias citadas acima.

As ilustrações devem ser inseridas após o item Referências; também devem enviadas separadamente em seu programa original, através da plataforma OJS, no momento da submissão.

As ilustrações devem ser editáveis, sendo aceitos os seguintes programas de edição: Excel, GraphPrism, SPSS 22, Corel Draw Suite X7 (versão 21.0), Adobe Ilustrator e Word. Caso se opte pelo uso de programa, deverá ser usada a fonte padrão Arial, fonte tamanho 7, adotada pela revista na edição.

As imagens devem possuir resolução igual ou superior a 300 dpi.

Não são aceitos gráficos apresentados com linhas de grade. Ademais, os elementos (barras, círculos) não podem apresentar volume (3-D).

O autor se responsabiliza pela qualidade das ilustrações, que deverão permitir redução sem perda de definição, para os tamanhos de 8cm ou 16cm, respectivamente, pois não é permitido o uso de formato paisagem.

A cada ilustração, deverá ser atribuído um título breve e conciso, sendo numeradas consecutiva e independentemente, com algarismos arábicos, de acordo com a ordem de menção dos dados. Os quadros e tabelas terão as bordas laterais abertas.

Para gráficos, deverá ser informado também o título de todos os eixos.

As palavras Figura, Tabela e Anexo, que aparecerem no texto, deverão ser escritas com a primeira letra maiúscula e acompanhadas do número a que se referirem. Os locais sugeridos para inserção de figuras e tabelas deverão ser indicados no texto.

Incluir, sempre que necessário, notas explicativas. Caso haja alguma sigla ou destaque específico (como o uso de negrito, asterisco, entre outros), este deve ter seu significado informado na nota de rodapé da ilustração.

Caso haja utilização de ilustrações publicadas em outras fontes bibliográficas, é obrigatório anexar documento que ateste a permissão para seu uso, além de ser citada a devida fonte.

O uso de imagens coloridas é recomendável e não possui custos de publicação para o autor.

 

CITAÇÃO NO TEXTO: baseadas na ABNT (NBR 10520/2002)

CITAÇÕES DIRETAS: devem subordinar-se à forma autor, ano e página. O sobrenome do autor deve conter apenas a letra inicial maiúscula dentro e fora dos parênteses). Com até três linhas, as citações devem ficar entre aspas e sem itálico. Com mais de três linhas, as citações devem seguir o seguinte padrão: recuo de 4cm na margem, fonte 10, espaço simples, sem aspas e sem itálico.

Exemplo

O ponto de referência de uma proposta pedagógica deve ser a transformação da sociedade. “Esse é o sentido básico da expressão pedagógica histórico-crítica. Seus pressupostos, portanto, são os da concepção dialética da história” (Saviani, 2008, p. 93).

CITAÇÕES INDIRETAS: o padrão adotado é autor e ano.

Quando o autor estiver citado na frase, colocar somente autor e ano. Se o sobrenome do autor estiver fora da frase e entre parênteses, ficará também em letra inicial maiúscula.

Exemplos

Para Carvalho (2000), historicamente, a educação especial tem sido considerada como a educação de pessoas com deficiência, sendo ela mental, auditiva, visual, motora, física, múltipla ou decorrente de distúrbios evasivos de desenvolvimento.

Historicamente, a educação especial tem sido considerada como a educação de pessoas com deficiência, sendo ela mental, adutiva, visual, motora, física, múltipla ou decorrente de distúrbios evasivos de desenvolvimento (Carvalho, 2000).

Citações de diversos documentos de um mesmo autor publicados no mesmo ano são distinguidas pelo acréscimo de letras minúsculas, em ordem alfabética, após a data e sem espacejamento.

Exemplo

Frigotto (2000a)

Frigotto (2000b)

Os autores citados devem constar nas referências listadas no final do texto, em ordem alfabética, segundo as normas.

 

REFERÊNCIAS

Baseadas na NBR-6023/2018 da ABNT.

 

As referências serão ordenadas alfabeticamente pelo sobrenome do primeiro autor. Nas referências de até três autores, todos serão citados, separados por ponto e vírgula.

Nas referências com mais de três autores, citar somente o primeiro autor, seguido da expressão et al.

Caso haja obras referenciadas do mesmo autor, a entrada será repetida, isto é, não será utilizado o recurso de traço sublinear.

A exatidão das referências constantes na listagem e a correta citação de seus dados no texto são de responsabilidade do(s) autor(es) dos trabalhos.

A formatação da lista de referências, ao final, deverá facilitar a tarefa de revisão e de editoração; para tal, devem ser apresentadas em ordem alfabética, em espaço simples e com espaço entre as referências, tamanho de fonte 11, parágrafo justificado, sem recuo e sem deslocamento das margens.

A exatidão e a adequação das referências a trabalhos que tenham sido consultados e mencionados no texto do artigo são de responsabilidade do autor, assim como o conteúdo dos trabalhos é de sua exclusiva responsabilidade.

 

REFERÊNCIAS - EXEMPLOS DE CASOS MAIS COMUNS

Autoria

1 autor

Charlot, B. Da relação com o saber às práticas educativas. São Paulo: Cortez, 2014. 

 

Até 3 autores

Rosa, C. M.; Santos, F. F. T.; Mendes, H. C. Desempenho acadêmico no primeiro ano da graduação: o caso do curso de Estatística da Universidade Federal de Goiás. Revista de Educação PUC-Campinas, v. 24, n. 3, p. 411-424, 2019. https://doi.org/10.24220/2318-0870v24n3a4514

 

Mais de 3 autores

Perini, C. A. S. et al. Avaliação da Educação Superior: análise do uso das Tecnologias da Informação e Comunicação nas universidades federais mineiras. Revista Educação PUC-Campinas, v. 24, n. 3, p. 425-443, 2019. https://doi.org/10.24220/2318-0870v24n3a4499

 

Autoria institucional

Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. Sinopse estatística da Educação Básica 2017. Brasília: INEP, 2018. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-basica. Acesso em: 15 mar. 2018.

 

Autoria desconhecida (Entrada deve ser pelo título do documento)

Plano de monitoramento da qualidade de água da capital é adiado. Hoje em dia, 19 de gosto de 2015. Disponível em: https://manuelzao.ufmg.br/ribeirao-arrudas-outro-rio-e-possivel/. Acesso em: 16 fev. 2019.

 

Material impresso

Livro

Bourdieu, P.; Passeron, J. C. A reprodução: elementos para uma teoria do sistema de ensino. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2014.

 

Capítulo de Livro

Dayrell, J.; Carrano, P. Juventude e Ensino Médio: quem é este aluno que chega à escola. In: Dayrell, J.; Carrano, P.; Maia, C. L. (org.). Juventude e Ensino Médio. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2014. p. 101-133.

 

Artigo

Azevedo, M. A.; Silva, C. D.; Medeiros, D. L. M. Educação Profissional e Currículo Integrado para o Ensino Médio: elementos necessários ao protagonismo juvenil. Holos, v. 4, n. 31, p. 77-82, 2015.

 

Tese e dissertação

Diniz, I. K. S. A dança no Ensino Médio: material didático apoiado pelas TIC. 2017. 360 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Humano e Tecnologias) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2017.

 

Trabalhos apresentados em Eventos

Miranda, L. F. A. Controle do corpo e das emoções na proposta educacional de Ribeiro Sanches. In: Simpósio Internacional Processos Civilizadores, 17., 2018, Londrina. Anais [...]. Londrina: UEL, 2018. v. 1, p. 237-247.

 

Documentos jurídicos

Brasil. Ministério da Educação. Parâmetros curriculares nacionais: temas transversais. Brasília: MEC, 1998.

Brasil. Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelecer as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, 23 dez. 1996. Seção 1, p.207.

 

Material em meio eletrônico

Kuenzer, A. Z. Trabalho e escola: a flexibilização do Ensino Médio no contexto do regime de acumulação flexível. Educação e Sociedade, v. 38, n. 139, p. 331-354, 2017. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0101-73302017000200331&script=sci_ abstract&tlng=pt. Acesso em: 29 mar. 2019.

 

Trabalhos apresentados em Eventos

Martins, M. J. D. Contributos da Psicologia do desenvolvimento moral para a educação para a cidadania. In: Seminário Internacional Contributos da Psicologia em Contextos Educativos, 1., 2010, Braga. Anais eletrônicos [...]. Braga: Universidade do Minho, 2010. p. 230-237. Disponível em: http://hdl.handle.net/10400.26/4419. Acesso em: 15 nov. 2017.

 

Documentos juridicos

Brasil. Lei n°13.415, de 16 de fevereiro de 2017. Altera as Leis n° 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, e 11.494, de 20 de junho 2007, que regulamenta o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação, a Consolidação das Leis do Trabalho [...]. Diário Oficial da União, 17 fev. 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13415.htm.  Acesso em: 20 de jun. 2018

 

Google Street view

Google Street View. Praça Rui Barbosa, Belo Horizonte. 2017. Disponível em: http://www.google.com/maps/search/pra%C3%A7a+rui+barbosa/@-19.9172385,-43.9417094,15z. Acesso em: 5 set. 2017.

 

Vídeo do Youtube

Feitosa, C. Filosofia em movimento. [S.l.:s.n.], 2015. 1 vídeo (19m16s). Publicado no canal de Luiz Fernando Sarmento. Disponível em: https://www. youtube.com/watch?v=zz-Ovx4aMS4. Acesso em: 4 maio 2017.

 

Documento sonoro

Cidade Maravilhosa. Compositor: A. Filho. In: Cidade maravilhosa. Intérprete: Aurora Miranda e André Filho. Rio de Janeiro: Odeon Brasil, 1935. 1 disco sonoro, lado A, faixa 1.

 

LISTA DE CHECAGEM

  • Declaração de responsabilidade e transferência de direitos autorais assinada por cada autor, respeitando a ordem de autoria indicada no artigo.
  • Cópia do parecer do Comitê de Ética em pesquisa, para artigos empíricos.
  • Verificar se o texto, incluindo resumos, tabelas e referências, está reproduzido com letras fonte Arial, corpo 11 e entrelinhas 1,5 e com formatação de margens superior e inferior (no mínimo 2,5cm), esquerda e direita (no mínimo 3cm).
  • Verificar se estão completas as informações de legendas das figuras e tabelas.
  • Incluir permissão de editores para reprodução de figuras ou tabelas publicadas.
  • Preparar página de rosto com as informações solicitadas:

           1) Identificação completa dos autores;

           2) Incluir o nome de agências financiadoras e o número do processo;

           3) Indicar se o artigo é baseado em tese/dissertação, colocando o título, o nome da instituição e o ano de defesa;

           4) Incluir título do manuscrito, em português e em inglês;

           5) Incluir título abreviado (short title), com até 5 palavras, para fins de legenda em todas as páginas;

           6) Informar o número de Registro ORCID® (Open Researcher and Contributor ID).

  • Verificar se foram inclusas todas as ilustrações (e citadas no texto), com seus respectivos títulos, legendas, notas de rodapé etc., e numeradas consecutivamente.
  • Certificar se o artigo está confeccionado em um único arquivo, em formato Word.
  • Na página da Revista no Portal de Periódicos Científicos PUC-Campinas, no momento da submissão, as ilustrações a parte (e também no corpo do texto) e toda a documentação assinada pelos autores devem ser anexadas ao artigo.

 

DOCUMENTOS

A seguinte documentação deve acompanhar o artigo submetido à Revista de Educação PUC-Campinas: (1) Declaração de responsabilidade; (2) Declaração de direitos autorais; (3) Cópia de aprovação do Parecer do Comitê de Ética em Pesquisa (somente para o Brasil). Nos casos onde se aplica, deve-se incluir também o Documento que ateste a permissão para o uso de ilustrações (tabelas, fotos, gráficos e outros). 

Em todos os documentos devem constar:

  • Título do manuscrito;
  • Nome por extenso dos autores (na mesma ordem em que aparecem no manuscrito);
  • Autor responsável pelas negociações.
  • Assinatura de todos os autores.

  Seguem modelos dos documentos:

 

1)    Declaração de responsabilidade

 - "Certifico que participei da concepção do trabalho para tornar pública minha responsabilidade pelo seu conteúdo e que não omiti quaisquer ligações ou acordos de financiamento entre os autores e companhias que possam ter interesse na publicação deste artigo".

 - "Certifico que o manuscrito é original e que o trabalho, em parte ou na íntegra, ou qualquer outro trabalho com conteúdo substancialmente similar, de minha autoria, não foi enviado à outra Revista e não o será, enquanto sua publicação estiver sendo considerada pela Revista de Educação PUC-Campinas, seja no formato impresso, seja no eletrônico".

 

Assinatura do(s) autores(s):                                                        Data __ / __ / __

 

 

2)     Declaração de direitos autorais

 “Declaro que, em caso de aceitação do artigo, a Revista de Educação PUC-Campinas passa a ter os direitos autorais a ela referentes e que nós autores poderemos, imediatamente após a publicação no Portal de Periódicos Científicos da PUC-Campinas (https://seer.sis.puc-campinas.edu.br/seer/index.php/reveducacao/issue/archive), reproduzir, distribuir, transmitir ou reutilizar, com a citação obrigatória da fonte”.

 

Assinatura do(s) autores(s)                                                       Data __ / __ / __

 

  Todas as pessoas relacionadas como autoras devem assinar os documentos.

 

 

Não serão aceitas fotos (imagens) de assinaturas. São permitidas somente assinaturas escaneadas ou eletrônicas, a fim de evitar qualquer tipo de fraude. É preferível que a documentação seja enviada digitalizada e em formato PDF.


Comunicação

Relato de informações sobre temas relevantes, apoiado em pesquisas recentes, cujo mote seja subsidiar o trabalho de profissionais que atuam na área, servindo de apresentação ou atualização sobre o tema (limite máximo de 4 mil palavras).

Original

Contribuições destinadas à divulgação de resultados de pesquisas inéditas, tendo em vista a relevância do tema, o alcance e o conhecimento gerado para a área da pesquisa (limite mínimo de 3.500 e máximo de 5 mil palavras).

Resenhas

Devem ser de obras que tenham até dois anos de sua 1ª edição, contendo de 2 a 3 mil caracteres.

Revisão

Síntese de conhecimentos disponíveis sobre determinado tema, mediante análise e interpretação de bibliografia pertinente, de modo a conter uma análise crítica e comparativa dos trabalhos na área, que discuta os limites e alcances metodológicos, permitindo indicar perspectivas de continuidade de estudos naquela linha de pesquisa (limite máximo de 6 mil palavras). Serão publicados até dois trabalhos por fascículo.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.