Direito do poeta na literatura de cordel

Autores

  • Sale Mário GAUDÊNCIO
  • Guilherme Ataíde DIAS
  • Maria Elizabeth Baltar Carneiro de ALBUQUERQUE

Resumo

Este artigo apresenta uma análise situacional dos direitos autorais na literatura de cordel, especialmente no que se refere à proteção moral e patrimonial que é dada aos poetas populares. Justifica-se o estudo em função de não haver profundas nem atuais discussões teóricas sobre a preservação moral e patrimonial em torno das obras de cordel. Utiliza-se como metodologia a pesquisa bibliográfica relacionada a um corpus que analisa os folhetos impressos por poetas da literatura de cordel. O estudo mostra como resultados o estabelecimento de um modelo alternativo de prazos para os direitos autorais na poesia popular, além da necessidade de ruptura técnica, política e cultural. Conclui informando sobre a importância de se construir um banco de dados
nacional para que se tenha conhecimento pleno do quê e como se está produzindo a literatura de cordel, além de saber quem
verdadeiramente está sendo beneficiado com tais produções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

24-06-2022

Como Citar

GAUDÊNCIO, S. M. ., Ataíde DIAS, G. ., & Baltar Carneiro de ALBUQUERQUE, M. E. . (2022). Direito do poeta na literatura de cordel. Transinformação, 27(1). Recuperado de https://periodicos.puc-campinas.edu.br/transinfo/article/view/6053

Edição

Seção

Originais