Cientometria: a produção científica de Haity Moussatché

Autores

  • Elaine Kabarite COSTA
  • Maria Cristina Soares GUIMARÃES
  • Cícera Henrique da SILVA

Resumo

A pesquisa aqui relatada é um estudo exploratório sobre a produção científica do Laboratório de Fisiologia do Instituto Oswaldo
Cruz, no período 1934-1998, com foco na análise da produção científica de Haity Moussatché, líder desse laboratório, até o ano de
1965. O trabalho visa aferir um possível impacto na produção científica do laboratório depois que seu líder foi cassado pelo Ato
Institucional n.5, ocorrido em 1970. Para tanto, foi realizado o mapeamento da produção científica e sua análise bibliométrica, a
partir de busca bibliográfica em bases de dados internacionais e pesquisa documental nos acervos da Casa de Oswaldo Cruz e na
Biblioteca de Ciências Biomédicas, com o objetivo de colher indícios dos reflexos e das consequências do chamado Massacre de
Manguinhos na dinâmica da produção científica do laboratório. Uma característica importante da produção científica do pesquisador aponta para um padrão consistente de publicação em coautoria, desde o início de sua carreira acadêmica. Possivelmente, esse foi o ponto principal que permitiu que ele continuasse ativo na pesquisa, mesmo após cassado e fora do Brasil. Este trabalho contribui para escrever parte da história da ciência no campo da saúde, proporcionando novas leituras desse episódio, em diversos campos disciplinares acadêmicos. 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

24-06-2022

Como Citar

Kabarite COSTA, E. ., Soares GUIMARÃES, M. C. ., & da SILVA, C. H. . (2022). Cientometria: a produção científica de Haity Moussatché. Transinformação, 27(1). Recuperado de https://periodicos.puc-campinas.edu.br/transinfo/article/view/6052

Edição

Seção

Originais