Logoterapia e juventude: a busca pelo sentido da vida

Autores

DOI:

https://doi.org/10.24220/2525-9180v5e2020a5095

Palavras-chave:

Antropologia filosófica. Existência. Jovens. Quem sou eu?

Resumo

 A principal questão filosófica que aborda a antropologia é a pergunta “quem sou eu?”. Essa questão cruzou o pensamento ocidental e se faz presente na obra de inúmeros pensadores. No entanto, ela é também uma questão fundamental para a existência humana em sua particularidade. Todos os seres humanos questionam-se sobre quem são e se põem a refletir sobre isso. Neste artigo, buscamos mostrar as implicações sociais dessa questão e como a resposta para ela depende da nossa relação com os outros que convivem conosco em comunidade. Para tanto, iremos nos utilizar da antropologia filosófica de Lima Vaz e da logoterapia de Viktor Frankl. Como método de pesquisa, utilizamos a hermenêutica filosófica para decifração dos textos. O artigo foi apresentado na palestra Os jovens e as questões existenciais e sociais do Núcleo de Fé e Cultura da Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

 

Referências

DRUMMOND DE ANDRADE, C. Antologia poética. Rio de Janeiro: Record, 2010.

AQUINO, T.A.A. et al. Avaliação de uma proposta de prevenção do vazio existencial com adolescentes. Psicologia: Ciência e Profissão, v. 31, n. 1, p. 146-159, 2011.

FRANKL, V. E. Em busca de sentido. São Leopoldo: Sinodal, 1987.

FRANKL, V. E. Psicoterapia e sentido da vida. São Paulo: Quadrante, 1989.

JOST, M.C. Fenomenologia das motivações do adolescente em conflito com a lei. Psicologia: Teoria e Pesquisa, v. 26, n. 1, p. 99-108, 2010.

MAHFOUD, M. Autoconsciência como acontecimento: viver a pergunta “Quem sou eu?”. In: ESPÍNDULA, J.A.G. (org.). Psicologia Fenomenológica e Saúde: Teoria e Pesquisa. Boa Vista: Editora da UFRR, 2019. p. 48-55.

MOREIRA, N.; HOLANDA, A. Logoterapia e o sentido do sofrimento: convergências nas dimensões espiritual e religiosa. Psico-USF, v. 15, n. 3, p. 345-356, 2010

ROSA, J.G. Tutameia (terceiras estórias). Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2009.

SILVEIRA, D.R.; MAHFOUD, M. Contribuições de Viktor Emil Frankl ao conceito de resiliência. Estudos de Psicologia (Campinas), v. 25, n. 4, p. 567-576, 2008.

VAZ, H.C.L. Antropologia filosófica I. São Paulo: Loyola, 2014.

ZAMULAK, J. Autotranscendência: caminho para superação do individualismo. Logos & Existência: Revista da Associação Brasileira de Logoterapia e Análise Existencial, v. 4, n. 2, p. 130-142, 2015.

Downloads

Publicado

30-11-2020

Edição

Seção

Colóquio - A Beleza e a Difícil Arte de Ser Jovem Hoje