Humanização e docência crítica: a arte como mediação na formação inicial docente / Humanization and critical teaching: art as mediation in initial teacher training

Magda Machado Ribeiro Venancio, Vera Lucia Trevisan de Souza

Resumo


Este artigo apresenta uma pesquisa de doutoramento de caráter interventivo. Adota-se o aporte teórico-metodológico da psicologia histórico-cultural com o objetivo de investigar se atividades cujas bases incluem a ética e a estética ampliam a visão dos estudantes sobre a dimensão humanizadora da docência e conduzem à docência crítica. Participaram 30 alunas do quinto semestre do curso de Pedagogia em faculdade privada no interior de São Paulo. Recorreu-se às materialidades artísticas mediadoras como instrumento psicológico promotor de reflexões críticas. Os dados foram obtidos em quatro situações interventivas por meio de desenhos e textos produzidos pelas participantes. Registrou-se em Diário de Campo as observações das situações que envolveram o uso das materialidades. A leitura do material e dos Diários de Campo resultou em informações agrupadas em núcleos de significação, possibilitando a aproximação dos sentidos sobre a docência e o trabalho docente, configurados pelas participantes. A pesquisa revelou a prevalência da afetividade no modo de conceber a docência; que a docência ainda é vista como missão, acolhendo a dor e atenuando a exclusão social. Evidenciou a apropriação sem reflexões críticas do discurso oficial da educação para justificar a importância da educação escolar e valorizar a escolha da docência.


Palavras-chave


Docência crítica. Formação de professores. Humanização. Psicologia da educação.

Texto completo:

PDF

Referências


Aguiar, W.M.J.; Ozella, S. Núcleos de significação como instrumento para a apreensão da constituição dos sentidos. Psicologia Ciência e Profissão, v.26, n.2, p.222-246, 2006.

Aguiar, W.M.J.; Ozella, S. Apreensão dos sentidos: aperfeiçoando a proposta dos núcleos de significação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v.94, n.236, p.209-322, 2013.

Arendt, H. Entre o passado e o futuro. São Paulo: Perspectiva, 2009.

Charlot, B. Relação com o saber, formação de professores e globalização. Porto Alegre: Penso, 2005.

Delari Jr., A. Questões de método em Vigotski: busca da verdade e caminhos da cognição. [S.l.]: Mimeo, 2011. Disponível em: <http://www.delari.net/ec-delari-2010_questoes-demetodo.

pdf> Acesso em: 27 nov. 2013.

Freire, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários para a prática educativa. 7. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1998.

Gomes, C.; Souza, V.L.T. Desenvolvimento humano e humanização: aportes da Psicologia Histórico-Cultural. Alfenas: Universidade Federal de Alfenas, 2015. Projeto de Pesquisa não-publicado.

Libâneo, J.C. A didática e a aprendizagem do pensar e do aprender: a Teoria Histórico-cultural da Atividade e a contribuição de Vasili Davydov. Revista Brasileira de Educação, n.27, p.5-24, 2004. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-24782004000300002&script=sci_

abstract&tlng=pt>. Acesso em: 15 out. 2015.

Libâneo, J.C. O dualismo perverso da escola pública brasileira: escola do conhecimento para os ricos, escola do acolhimento social para os pobres. Educação e Pesquisa, v.38, n.1, p.13-28, 2012.

Placco, V.M.N.; Souza, V.L.T. Aprendizagem do adulto professor. São Paulo: Loyola, 2006.

Petroni, A.P.; Souza, V.L.T. As relações na escola e a construção da autonomia: um estudo da perspectiva da psicologia. Psicologia e Sociedade, v.22, n.2, p.355-36, 2010.

Petroni, A.P. Psicologia escolar e arte: possibilidades e limites da atuação do psicólogo na promoção da ampliação da consciência de gestores. 2013. 275 f. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 2013.

Saviani, D. Escola e democracia: teorias da educação, curvatura da vara, onze teses sobre a educação política. 36. ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

Souza, V.L.T. Educação, valores e formação de professores: contribuições da psicologia escolar. In: Marinho-Araujo, C.M. (Org.). In: Psicologia escolar: novos cenários e contextos de pesquisa, formação e prática. Campinas: Alínea, 2009. p.133-152.

Souza, V.L.T.; Andrada, P.C. Contribuições de Vigotski para a compreensão do psiquismo. Estudos de Psicologia (Campinas), v.30, n.3, p.355-365, 2013. http://dx.doi.org/10.1590/S0103-166X2013000300005

Vigotski, L.S. Obras escogidas: problemas del desarrollo de la psique. Madrid: Visor Distribuciones, 2000a.

Vigotski, L.S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2000b.

Vigotski, L.S. Teoria e método em Psicologia. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

Vigotski, L.S. Quarta aula: a questão do meio na pedologia. Psicologia USP, v.21, n.4, p.681-701, 2010.

Vigotski, L.S. Pensamiento y abla. Buenos Aires: Colihue, 2012.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v23n2a3648

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.