Conclusão da escolaridade de alunos com deficiência intelectual matriculados na educação de jovens e adultos

Renata Andrea Fernandes Fantacini, Juliane Aparecida de Paula Perez Campos

Resumo


O estudo objetivou identificar e analisar os motivos que levaram os alunos com deficiência intelectual a se matricular na Educação de Jovens e Adultos, e quais os fatores que os levaram a concluir ou desistir dos estudos nessa modalidade de ensino. Participaram do estudo sete jovens com deficiência intelectual, que no ano de 2012 estavam matriculados na Educação de Jovens e Adultos, em um município de pequeno porte do interior do estado de São Paulo. A coleta de dados aconteceu por meio de entrevista com roteiro semiestruturado, com questões direcionadas a investigar a inclusão do aluno com deficiência intelectual naquela modalidade de ensino, bem como suas expectativas com o processo de inclusão. Após a entrevista, organizaram-se os dados por categorias de interesse e realizou-se a análise qualitativa de conteúdo. Os resultados evidenciaram que apenas um aluno conseguiu concluir seus estudos na Educação de Jovens e Adultos, tendo sido vários os fatores que contribuíram para tanto: desde seu interesse e dedicação, até o incentivo por parte de todos os envolvidos. Dos demais participantes da pesquisa, apenas um aluno continua estudando, mas não conseguiu avançar nos estudos. Conclui-se que esta pesquisa é relevante para as discussões e reflexões acerca da inclusão de alunos com deficiência intelectual na Educação de Jovens e Adultos, pois, ao analisar os fatores que levaram esses alunos a concluir os estudos ou a abandoná-los, esta investigação acaba apontando os caminhos necessários para que, além do acesso, sejam garantidas a permanência e a conclusão dos estudos.

Palavras-chave: Educação especial. EJA. Inclusão.


Palavras-chave


Educação especial; EJA; Inclusão

Texto completo:

PDF

Referências


Bezerra, S.S.; Vieira, M.M.F. Pessoa com deficiência intelectual: a nova “ralé” das organizações do trabalho. RAE: Revista Administração de Empresas, v.52, n.2, p.232-244, 2012.

Bins, K.L.G. Adultos com deficiência intelectual incluídos na educação de jovens e adultos: apontamentos necessários sobre adultez, inclusão e aprendizagem, 2013. Tese (Doutorado em Educação) - Pontifícia Universidade Católica de Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2013.

Brasil. Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, 17 nov. 2011. Seção 1, p.12.

Brasil. Ministério da Educação. Secretaria da Educação Especial. Política nacional de Educação Especial na perspectiva da educação inclusiva. Brasília: MEC, 2008. Disponível em:

. Acesso em: 30 abr. 2015.

Brito, J.; Lopes, R.; Campos, J.A.P.P. Perfil e concepções sobre o aluno com deficiência intelectual que frequenta a educação de jovens e adultos (EJA). Revista Eletrônica Pesquisaeduca, v.6, n.11, p.231-245, 2014. Disponível em:<http://periodicos.unisantos.br/index.php/pesquiseduca/

article/viewFile/256/pdf>. Acesso em: 12 maio 2015.

Campos, J.A.P.P. O aluno com deficiência intelectual na educação de jovens e adultos: contexto e percurso escolar. In: Almeida, M.A.; Mendes, E.G. (Org.). A escola e o público-alvo da educação especial:apontamentos atuais. São Carlos: ABPEE, 2014. p.17-34.

Campos, J.A.P.P.; Duarte, M. O aluno com deficiência na EJA: reflexões sobre o atendimento educacional especializado a partir do relato de uma professora da educação especial. Revista de Educação Especial, v.24, n.40, p.271-284, 2011. Disponível em: <http://cascavel.ufsm.br/

revistas/ojs-2.2.2/index.php/educacaoespecial/article/

view/2933>. Acesso em: 12 maio 2015.

Di Pierro, M.C. Balanço e desafios das políticas públicas de educação de jovens e adultos no Brasil. In: Soares, L. et al. Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. (Didática e Prática de Ensino).

Di Pierro, M.C. Notas sobre a redefinição da identidade e das políticas públicas de educação de jovens e adultos no Brasil. Educação & Sociedade, v.26. n.92. p.115-1139, 2005.

Fantacini, R.A.F. A organização do ensino para o aluno com deficiência intelectual em diferentes espaços educacionais. 2013. 118f. Dissertação (Mestrado em Educação) - Centro Universitário Moura Lacerda, Ribeirão Preto, 2013.

Ferreira, W. B. Desafios na Educação de Jovens e Adultos com Necessidades Educacionais Especiais no Brasil. Revista de Educação de Jovens e Adultos: Alfabetização e Cidadania, n.19, p.39-60. 2006.

Ferreira, W.B. EJA e deficiência: estudo da oferta da modalidade EJA para estudantes com deficiência. In: Paiva, J.; Barbosa, M.J. (Org.). Educação de jovens e adultos: o que dizem as pesquisas. Recife: J. Luiz Vasconcelos, 2009.

Freitas, M.A.S.; Campos, J.A.P.P. Interface entre a EJA e Educação Especial: o professor e a inclusão de jovens e adultos com deficiência intelectual. Arquivos Analíticos de Políticas Educativas, v.22, n.85, p.1-29, 2014. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2015.

Gil, A.C. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

Haddad, S.; Di Pierro, M.C. Escolarização de jovens e adultos. Revista Brasileira de Educação, n.14, p.108-130, 2000. Disponível em: . Acesso em: 20 maio 2016. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais.

Censo da educação básica: 2013 - resumo técnico. Brasília: INEP, 2014. Disponível em: .

Acesso em: 30 abr. 2015.

Laffin, M.H.L.F. Reciprocidade e acolhimento na educação de jovens e adultos: ações intencionais na relação com o saber. Educar em Revista, n.29, p.101-119, 2007.

Manzini, E.J. A entrevista na pesquisa em Educação e Educação Especial: uso e processo de análise. Tese (Trabalho de Livre-Docência em Educação) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Marília, 2008.

Mendes, E.G. Colaboração entre ensino regular e especial: o caminho do desenvolvimento pessoal para a inclusão escolar. In: Manzini, E.J. (Org.) Inclusão e acessibilidade. Marília: ABPEE, 2006, p.29-41.

Moura, T.M.M. Formação de educadores de jovens e adultos: realidade, desafios, perspectivas atuais. Práxis Educacional. Vitória da Conquista, v.5, n.7, p.45-72. 2009. Disponível em: http://periodicos.uesb.br/index.php/praxis/article/viewFile/242/254>. Acesso em: 20 maio 2016.

Nobre, D.L.; MAIA, G.A. Metodologias de ensino, diversidades e relação professor x aluno na EJA. Planeta Educação, 2010. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2015.

Oliveira, P.; Campos, J.A.P.P. A inclusão de jovens e adultos com deficiência intelectual na EJA comum: acolhimento e pertencimento. In: Encontro da Associação Brasileira De Pesquisadores em Educação Especial. 8., 2103, Londrina. Anais... Londrina: ABPEE, 2013, p. 472-481. Disponível em: < http://www.uel.br/eventos/congressomultidisciplinar/

pages/arquivos/anais/2013/AT01-2013/AT01-045.pdf>. Acesso em: 12 dez. 2015.

Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Conferência Internacional de Educação de Adultos. 6., 2010, Brasília. Anais... Brasília: UNESCO, 2010.Disponível em: . Acesso em: 5 dez. 2015.

Pletsch, M.D. A formação de professores para a educação inclusiva: legislação, diretrizes políticas e resultados de pesquisas. Educação Revista. n.33, p.143-156, 2009. Disponível em: . Acesso em: 12 dez. 2015.

Shogren, K.A. et al. Intellectual disability: Definition, classification and systems off support. Washington, DC: AAIDD, 2010.

Siems, M.E. Educação de jovens e adultos com deficiência: saberes e caminhos em construção. Educação Foco, v.16, n.2, p.61-79, 2012. Disponível em: . Acesso em: 12 maio 2015.

Teixeira, L.A.; Passos, M.M. O que leva jovens e adultos a buscar a EJA? Algumas considerações. In: Simpósio Nacional de Ensino de Ciência e Tecnologia, 3., 2012, Ponta Grossa. Anais... Ponta Grossa: UTFPR, 2012. Disponível em: . Acesso em: 03 abr. 2015.

Vóvio, C.L. Formação de educadores de jovens e adultos: a apropriação de saberes e práticas conectadas à docência. In: SOARES, L. et al. (Org.). Convergências e tensões no campo da formação e do trabalho docente. Belo Horizonte: Autêntica, 2010. Disponível em: <https://perdigital.

files.wordpress.com/2011/04/livro_2.pdf>. Acesso em: 20 nov. 2015.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v22n2a3610

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.