Aspectos históricos do ensino da física na região de Campinas no início da década de 40

Júlio César Penereiro, Denise Helena Lombardo Ferreira, Tadeu Fernandes de Carvalho

Resumo


O presente artigo pretende contribuir para a compreensão do desenvolvimento do Ensino de Física no Brasil, a partir da história de seu ensino na região de Campinas, estado de São Paulo, no início da década de 1940. A pesquisa desenvolvida destaca aspectos históricos da criação das primeiras universidades brasileiras e, particularmente, da Pontifícia Universidade Católica de Campinas, cujos primeiros cursos completam 70 anos em 2011. É o caso do curso de matemática, cujo currículo, com destaque para as disciplinas de física, laboratórios, equipamentos, bibliografias e primeiro corpo docente, é apresentado.

 


Palavras-chave


Ensino da física. História da PUC-Campinas. Pioneirismo na formação de professores.

Texto completo:

PDF

Referências


Barbosa, V. O pensamento católico e a universidade: um estudo histórico documental e filosófico-institucional das diretrizes do magistério da Igreja (1940-1998). 1999. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de

Educação, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 1999.

Bortoli, A. História da criação do curso de matemática na Pontifícia Universidade Católica de Campinas. 2003.

Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2003.

Brasil. Decreto nº 18.263, de 4 de abril de 1945. Autoriza o funcionamento dos cursos de química e didática da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Campinas, da Sociedade Campineira de Educação e Instrução. Diário Oficial da União. Disponível em: .

Casali, O. Elite intelectual e restauração da igreja. Petrópolis: Vozes, 1995.

Correia, N. A história da física na educação brasileira. In: Simpósio Nacional de Ensino de Física, 16., 2005, Rio de Janeiro. Anais eletrônicos... Rio de Janeiro: CEFET, 2005.

Disponível em: . Acesso em: 7 fev. 2011.

Coval, F.S. et al. A formação de professores no Brasil e a participação da PUC-Campinas: breve histórico. Série Acadêmica-PUC-Campinas, n.21, p.29-38, 2007.

Fundação das Faculdades Campineiras coincidem com o início da II Guerra Mundial. Jornal da PUC-Campinas, v.6, n.53, p.4, 1995.

Gomes, L. 1822. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2010.

Lunardi, R.; Mello, W.J. Uma história, muitas vidas: 1941-2006, 65 anos. Campinas: PUC-Campinas, 2006.

Motoyama, S. Prelúdio para uma história: ciência e tecnologia no Brasil. São Paulo: Edusp, 2004.

Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras: Relatório Anual de 1942. Campinas: PUC-Campinas, 1942.

Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras: Relatório Anual de 1943. Campinas: PUC-Campinas,1943.

Romanelli, O.O. História da educação no Brasil (1930/1973). 21.ed. Petrópolis: Vozes, 1998.

Sá, J.M.L. O projeto gerador e a ação inicial da Pontifícia Universidade Católica de Campinas. 1984. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Faculdade de Filosofia, Pontifícia Universidade Católica de Campinas, Campinas, 1984.

Schwartzman, S.; Bomeny, H.M.B.; Costa, V.M.R. Tempos de capanema. 2.ed. São Paulo: Paz e Terra, 2000.

Vida Universitária. Revista das Faculdades Campineiras, v.2, n.6, p.111-121, 1955.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v17n1a257

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.