Brincadeiras, atividades e interações das crianças do primeiro ano do ensino fundamental

Susana Inês Molon, Alana Soares Albuquerque

Resumo


Este artigo apresenta os resultados da pesquisa “As crianças de seis anos no Ensino Fundamental de nove anos: atividades, diálogos, brincadeiras, imaginação e interações sociais no contexto de ensinar e aprender”, que tem como objetivo compreender como as crianças de seis anos estão vivendo e experimentando a infância no contexto de ensinar e aprender. A pesquisa é de cunho qualitativo e se dá sob a orientação da abordagem sócio-histórica. A investigação foi realizada em oito turmas de primeiro ano de uma escola municipal da cidade do Rio Grande no estado do Rio Grande de Sul, por meio de observações em sala de aula e no contexto escolar, registradas em diários de campo, e de entrevistas semiestruturadas com 41 crianças de quatro turmas. As análises dos dados evidenciam que as crianças gostam de brincar na sala de aula, que o lúdico e as diferentes linguagens estão sempre presentes nas práticas pedagógicas e que a formação continuada das professoras é fundamental para compreender essa nova modalidade de ensino.

 


Palavras-chave


Brincadeiras. Formação continuada de professoras. Primeiro ano do Ensino Fundamental. Pesquisa com crianças.

Texto completo:

PDF

Referências


Azevedo, J.M. O ensino fundamental de nove anos e a renovação de propostas na educação infantil. Diálogos Acadêmicos, v.1, n.1, p.1-16, 2010.

Borba, A.M. O brincar como um modo de ser e estar no mundo. In: Brasil. Ministério da Educação. Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade. 2.ed. Brasília: MEC, 2007. p.33-45.

Bordignon, J.T. A prática dos professores em relação à leitura e à escrita com alunos que ingressaram aos seis anos de idade no ensino fundamental. 2009. Dissertação (Mestrado) - Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2009.

Brasil. Ministério da Educação. Ensino fundamental de nove anos: orientações gerais. Brasília: MEC, 2004.

Chizzotti, A. Pesquisa em ciências humanas e sociais. São Paulo: Cortez, 1991.

Dantas, A.G.; Maciel, D.M.M.A. Ensino fundamental de nove anos e a inserção de crianças de seis anos na escolarização obrigatória no Distrito Federal: estudo de caso. Educação & Sociedade, v.31, n.110, p.157-175, 2010.

Freitas, M.T.A. A abordagem sócio-histórica como orientadora da pesquisa qualitativa. Cadernos de Pesquisa, n.116, p.21-39, 2002.

Kramer, S.; Leite, M.I. (Org.). Infância: fios e desafios da pesquisa. Campinas: Papirus, 1996.

Lira, C.M.; Machado, A.F.M.; Fassini, C.S.O. Professores e crianças no primeiro ano do ensino fundamental de nove anos: desafios e expectativas. Revista Contrapontos, v.11, n.2, p.125-133, 2011.

Molon, S.I. Questões metodológicas de pesquisa na abordagem sócio-histórica. Informática na Educação, v.11, n.1, p.56-98, 2008.

Moro, C.S. Ensino fundamental de 9 anos: o que dizem as professoras do 1º ano. 2009. Tese (Doutorado) - Programa de Pós-graduação em Educação, Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2009.

Mota, M.R.A. As crianças de seis anos no ensino fundamental de nove anos e o governamento da infância. 2010. (Doutorado) - Faculdade de Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010.

Nogueira, G.M.; Peres, E.T. Ensino fundamental de nove anos: uma análise das contribuições de dissertações e teses defendidas no período de 2006 a 2010. Revista Contrapontos, v.11, n.2, p.179-187, 2011.

Santos, L.L.C.P.; Vieira, L.M.F. Agora seu filho entra mais cedo na escola: a criança de seis anos no ensino fundamental de nove anos em Minas Gerais. Educação, v.27, n.96, p.775-796, 2006.

Saveli, E.L. Ensino fundamental de nove anos: bases legais de sua implantação. Práxis Educativa, v.3, n.1, p.67-72, 2008.

Silva, J.P.; Barbosa, S.N.; Kramer, S. Questões teórico-metodológicas da pesquisa com crianças. Perspectiva, v.23, n.1, p.41-64, 2005.

Silva, A.A.; Scaff, E.A.S. Ensino fundamental de nove anos: política de integração ou conformação social? Práxis Educativa, v.5, n.1, p.97-107, 2010.

Ujiie, N.T. Ensino fundamental de nove anos: análise e perspectiva de ação. Colloquium Humanarum, v.5, n.2, p.37-45, 2008.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0870v17n1a250

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Educação PUC-Campinas

ISSNe 2318-0870 (eletrônico)
ISSN 1519-3993 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.