“Quanto mais santidade melhor”: campanhas midiáticas de pureza sexual (1990-2010) | “The more Sanctity you have, the better”: mediatic campaigns for sexual purity (1990-2010)

Karina Kosicki Bellotti

Resumo


O objetivo deste artigo é discutir as linguagens midiáticas digitais usadas pela campanha de abstinência sexual “Eu Escolhi Esperar” nos anos 2010. Para tanto, o estudo relaciona a campanha a um painel histórico de atuação do cristianismo na promoção da castidade, na segunda metade do século XX, no Brasil pós-revolução sexual. Além disso, o artigo discorre sobre campanhas de pureza sexual norte-americanas nos anos 1990 e 2000, relacionando-as com as mensagens e as linguagens empregadas pelo “Eu Escolhi Esperar” no Brasil, a partir de 2011. Pergunta-se: Nos dias atuais, o que explica a existência e a popularidade de iniciativas que promovem a castidade e a pureza sexual? Como as linguagens digitais são usadas pela campanha “Eu Escolhi Esperar” no Brasil? De que maneira ela se compara com outras iniciativas já existentes no Brasil e nos Estados Unidos? Embora “Eu Escolhi Esperar” empregue os mesmos textos bíblicos e as mesmas lições de outras iniciativas, observa-se que a linguagem usada para engajar o público-alvo ajuda a explicar a atração exercida sobre a juventude brasileira.


Palavras-chave


Castidade. Mídia digital. Mídia evangélica. Sexualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


I CORÍNTIOS. Português. In: BÍBLIA. Versão João Ferreira de Almeida revista e atualizada. São Paulo: Sociedade

Bíblica do Brasil, c2013. Versão online. Disponível em: .

Acesso em: 27 fev. 2019.

ALGUÉM me falou: “Você é muito bonita para estar sozinha” [...]. [S.l.], 22 set. 2018. Instagram: @escolhiesperar.

Disponível em: . Acesso em: 5 out 2018.

ALVES, R. Protestantismo e repressão. São Paulo: Ática, 1979.

ANKERBERG, J.; WELDON, J. O Mito do sexo seguro. São Paulo: Editora Cultura Cristã, 1997.

ANTES só do que mal apaixonada. [S.l.], 7 jun. 2018. Instagram: @escolhiesperar. Disponível em: <https://www.

instagram.com/p/BjvbpB1j1E-/>. Acesso em: 22 fev. 2019.

AQUILO que não te acrescenta em nada te fará falta. [S.l.], 14 set. 2018. Instagram: @escolhiesperar. Disponível

em: . Acesso em: 26 fev. 2019.

ÀS VEZES Satanás se disfarça de “oi sumida” pra testar se você ainda quer ser trouxa. [S.l.], 3 set. 2018. Instagram:

@escolhiesperar. Disponível em: . Acesso em: 5 out. 2018.

BELLOTTI, K.K. A mídia presbiteriana no Brasil: luz para o caminho e editora cultura cristã. São Paulo: Annablume/

Fapesp, 2005.

BRIGGS, A.; BURKE, P. Uma história social da mídia. 2. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2006.

BROWN, P. Corpo e sociedade: o homem, a mulher e a renúncia sexual no início do cristianismo. Rio de Janeiro:

Jorge Zahar, 1990.

BURKE, P. Testemunha ocular: história e imagem. Bauru: EdUSC, 2004.

CAPITÃO, perdemos mais um soldado. [S.l.], 9 maio 2018. Instagram: @escolhiesperar. Disponível em: <https://

www.instagram.com/p/Bikt1GDjNRD/>. Acesso em: 26 fev. 2019.

COMO você vê. Como realmente é. [S.l.], 29 set. 2018. Instagram: @escolhiesperar. Disponível em: <https://www.

instagram.com/p/BoVBP5pj9MF/>. Acesso em: 5 out. 2018.

DANTAS, B.S.A. Sexualidade, cristianismo e poder. Estudos e Pesquisas em Psicologia, ano 10, n.3, p.700-728, 2010.

DISCUTIR com uma mulher é como ler o contrato de licença de software [...]. [S.l.], 25 set. 2017. Instagram: @

escolhiesperar. Disponível em: . Acesso em: 22 fev. 2019.

DOUTOR, ando me sentido linda e maravilhosa [...]. [S.l.], 25 set. 2017. Instagram: @escolhiesperar. Disponível em:

. Acesso em: 26 fev. 2019.

ESTADO civil: Salmo 70 “Apressa-te ó Deus”. [S.l.], 4 dez. 2016. Instagram: @escolhiesperar. Disponível em:<https://

www.instagram.com/p/BNmQvXIBmP1/>. Acesso em: 22 fev. 2019.

EXISTEM mulheres fortes e mulheres que ainda não descobriram sua força. [S.l.], 18 jan. 2019. Instagram: @

escolhiesperar. Disponível em: . Acesso em: 20 fev. 2019.

FERREIRA NETO JUNIOR, N.P. Eu Escolhi Esperar. São Paulo: Mundo Cristão, 2015.

FERREIRA NETO JUNIOR, N.P. Eu Escolhi Mudar. Vila Velha: Editora Eu Escolhi Esperar, 2018.

FRANCO, J.E.; SILVA, C.I.L. Humor, crítica e autocrítica religiosa: incidências e funcionalidades dos usos do humor

na e sobre a Igreja Católica. Revista Lusófona de Ciência das Religiões, v.1, n.20, p.225-248, 2017.

GARDNER, C.J. Making chastity sexy: The rhetoric of evangelical abstinence campaigns. Berkeley: University of

California Press, 2011.

GRESH, D. E a noiva vestiu branco: os 7 segredos da pureza sexual. 2. ed. São Paulo: Vida Nova, 2018.

HENDERSHOT, H. Shaking the world for Jesus: Media and conservative evangelical culture. Chicago: University of

Chicago Press, 2004.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo demográfico 2010: características gerais da população,

religião e pessoas com deficiência. Rio de Janeiro: IBGE, 2010.

JENKINS, H.; GREEN, J.; FORD, S. Cultura da conexão: criando valor e significado por meio da mídia propagável.

São Paulo: Aleph, 2014.

KEMP, J. Turbulentos anos da adolescência: como ajudar um adolescente a não naufragar na mais crítica fase de

sua vida! São Paulo: Editora Fôlego, 2009.

KINTZ, L.; LESAGE, J. Media, culture, and the religious right. London: University of Minnesota Press, 1998.

MENINA esses dias de espera, devem ser dias de oração, e não de angustias. [S.l.], 28 out. 2018. Instagram: @

escolhiesperar. Disponível em:. Acesso em: 15 fev. 2019.

NÃO aceite migalhas, Deus te fez mulher e não formiga. [S.l.], 30 maio 2018. Instagram: @escolhiesperar. Disponível

em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

NÃO adianta você querer o ‘cara’ da música do Roberto Carlos, se você é a mulher da música do MC Catra. [S.l.],

ago. 2017. Instagram: @escolhiesperar. Disponível em: . Acesso

em: 19 fev. 2019.

NOIS era troxa, mas o tempo passou e a vida ensinou nois [...]. [S.l.], 6 fev. 2019. Instagram: @escolhiesperar.

Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

OBRIGADO por me ignorar, você acaba de me fazer perder o interesse em você [...]. [S.l.], 13 nov. 2017. Instagram:

@escolhiesperar. Disponível em: . Acesso em: 21 fev. 2019.

OLIVEIRA NETA, J.P. Por uma tipologia dos memes da internet. Revista Discente de Pós-Graduação em Comunicação

Social da PUC-Rio, v.13, n.2, p.1-15, 2017. Disponível em: <http://entremeios.com.puc-rio.br/cgi/cgilua.exe/sys/

start.htm?infoid=106&sid=19>. Acesso em: 20 fev. 2019.

O QUE significa TPM? Significa: Te prepara mano! [S.l.], 25 ago. 2017. Instagram: @escolhiesperar. Disponível em:

. Acesso em: 22 fev. 2019.

PODE baixar a cabeça, princesa. Baixa a cabeça para orar. Você não é [...]. [S.l.], 26 mar. 2018. Instagram: @

escolhiesperar. Disponível em: . Acesso em: 25 fev. 2019.

QUANDO me perguntam a quanto tempo estou solteiro. Já faz 84 anos! [S.l.], 29 dez. 2018. Instagram: @

escolhiesperar. Disponível em: . Acesso em: 19 fev. 2019.

QUER ser feliz? Não se case! [S.l.:s.n.], 2018. 1 vídeo (1 min). Publicado pelo canal Eu Escolhi Esperar. Disponível

em: . Acesso em: 26 fev. 2019.




DOI: https://doi.org/10.24220/2447-6803v44e2019a4504

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Reflexão

ISSNe 2447-6803 (eletrônico)

ISSN 0102-0269 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.