Nietzsche e o eterno retorno

Rogério Miranda de Almeida

Resumo


A idéia principal destas reflexões é tentar mostrar como o eterno retorno, em Nietzsche, se exprime sob a modalidade da escrita, ou do texto. Por escrita, ou texto, entendemos o espaço através do qual as diversas interpretações não cessam de se refazerem, de se reavaliarem, de se superarem e, por conseguinte, de se repetirem. Nessa perspectiva, a compulsão à repetição é uma outra questão mais profunda que Freud denominou: pulsão de morte.

Palavras-chave: eterno retorno, compulsão à repetição, texto, escrita, niilismo, vontade de potência, desejo.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Bases de datos e repositórios

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


  

Reflexão

ISSNe 2447-6803 (eletrônico)

ISSN 0102-0269 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.