Citymetrics: sistema (para)métrico para análise e otimização de configurações urbanas | Citymetrics: A (para)metric system for the analysis and optimization of urban configurations

Fernando Tadeu de Araujo Lima, Nuno Montenegro, Rodrigo Cury Paraízo, José Ripper Kós

Resumo


Este artigo apresenta e avalia a implementação de CityMetrics: um sistema computacional que articula métricas de avaliação de desempenho a recursos e funcionalidades algorítmico‑paramétricas, de maneira a permitir analisar e otimizar diferentes aspectos relativos ao grau de eficiência e as possibilidades de operação de configurações geométricas e algébricas de uma área urbana. Assim, este artigo aborda o uso de recursos computacionais e ferramentas algorítmicas elaboradas para mensurar a performance de áreas urbanas, sob a perspectiva de princípios objetivamente mensuráveis do Desenvolvimento Orientado pelo Transporte Sustentável, um modelo de desenvolvimento urbano que visa a cidades mais autônomas e mais sustentáveis. A presente pesquisa visa a verificar como atributos mensuráveis, geométricos e algébricos (e, portanto, programáveis) podem ser utilizados em um modelo computacional que utiliza métodos de otimização para dar suporte a tomada de decisão no processo de projetos urbanos.


Palavras-chave


Desenvolvimento orientado pelo transporte sustentável. Logica algorítmica. Otimização. Parametrização. Projeto urbano.

Texto completo:

PDF

Referências


ALLEN, S. II Notations + Diagrams: Mapping the Intangible. In: ALLEN, S. Architecture, technique and representation. 2nd. ed. London: Routledge, 2009. p.41‑69.

CALTHORPE, P. The next American metropolis: Ecology, community and the American dream. New York: Princeton Architectural Press, 1993.

CALTHORPE, P.; FULTON, W. The regional city: Planning for the end of sprawl. Washington: Island Press, 2001.

CARPO, M. The alphabet and the algorithm. London: The MIT Press, 2011.

CELANI, G. Algorithmic sustainable design: uma visão crítica do projeto generativo. Resenhas Online, v.10, n.116.03, 2011. Disponível em: . Acesso em: 20 dez. 2011.

CERVERO, R.; KOCKELMAN, K. Travel demand and the 3Ds: Density, diversity, and design. Transportation Research Part D: Transport and Environment, v.2, p.199‑219, 1997.

DITTMAR, H.; OHLAND, G. (Org.). The new transit town: Best practices in Transit‑Oriented Development. Washington: Island Press, 2004.

FARR, D. Urbanismo sustentável: desenho urbano com a natureza. Porto Alegre: Bookman, 2012.

HILLIER, B.; HANSON, J. The social logic of space. Cambridge: Cambridge University Press, 1984.

HOEK, J. The MXI (Mixed‑use Index) as tool for urban planning and analysis. Corporations and Cities: Envisioning corporate real estate in the urban future, paper 3, 2008. Available from: . Cited: June 16, 2016.

LEITE, C. Cidades sustentáveis cidades inteligentes: desenvolvimento sustentável num planeta urbano. Porto Alegre: Bookman, 2012.

LIMA, F. Métricas urbanas: sistema (para)métrico para análise e otimização de configurações urbanas de acordo com métricas de avaliação de desempenho. 2017. 236f. Tese (Doutorado em Urbanismo) — Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2017. f.20‑203.

LIMA, F. et al. Urbanmetrics: An algorithmic‑(para)metric methodology for analysis and optimization of urban configurations In: GEERTMAN, S. et al. (Ed.). Lecture notes in geoinformation and cartography. New York: Springer International Publishing, 2017. p.47‑64.

PONT, M.; HAUPT, P. Spacematrix: space, density and urban form. Rotterdam: NAi Publishers, 2010.




DOI: https://doi.org/10.24220/2318-0919v16n2a4163

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Oculum Ensaios

ISSNe 2318-0919 (eletrônico)
ISSN 1519-7727 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.