Satisfação e qualidade na atenção à saúde do idoso

Maria Alice Amorim Garcia, Maíra Giannini Rodrigues, Renato dos Santos Borega

Resumo


Objetivo

Analisar a qualidade dos cuidados ao idoso em um serviço primário de saúde por meio da satisfação do usuário e estudo de morbidade.

Métodos

Nesta investigação buscou aliar a abordagem participativa centrada no usuário, com a avaliação de resultados do processo de atenção sintetizados nos diagnósticos registrados em comparação com aqueles expressos pelos usuários. Foram realizadas 68 entrevistas domiciliares e feito o levantamento dos prontuários dos usuários do Centro de Saúde Jardim Ipaussurama, Campinas, São Paulo, com 60 anos ou mais (amostra aleatória de 36,6% desta população), sendo 29 homens e 39 mulheres.

Resultados

Na avaliação do serviço mostrou-se essencial a participação dos usuários estimulando a expressão de observações, restrições e recomendações. Quanto à morbidade observou-se diferença significativa entre a morbidade de demanda e a populacional, o que representa um achado original e passível de discussão metodológica.

Conclusão

O quadro de morbidade constitui um parâmetro de avaliação da qualidade do processo e do resultado do trabalho dos profissionais de saúde, principalmente quando articulado à avaliação da satisfação dos usuários.

Termos de indexação: idoso; morbidade; qualidade dos cuidados de saúde; satisfação do paciente.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Ciências Médicas

ISSNe 2318-0897 (eletrônico)
ISSN 1415-5796 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.