Fisioterapia respiratória em pacientes sob ventilação mecânica

Armando Carlos Franco de Godoy, Maria Isabel Pedreira de Freitas Ceribel

Resumo


O avanço tecnológico tem favorecido o aparecimento de complicações clínicas, as quais são, entretanto, passíveis de serem prevenidas, principalmente quando se atua de forma interdisciplinar. Junto aos pacientes acamados, sedados, dependentes de ventilação mecânica e que necessitam recuperar suas funções respiratórias, o enfermeiro e o fisioterapeuta podem atuar como objetivo de melhorar a ventilação pulmonar e, conseqüentemente, a oxigenação. Uma das ações preventivas que evitam complicações pulmonares é a fisioterapia respiratória. Esta revisão bibliográfica enfoca e descreve as conseqüências da aspiração de resíduos orofaríngeos e gástricos, como um dos fatores predisponentes ao aparecimento da pneumonia aspirativa, além de expor as manobras de fisioterapia respiratória, cuja aplicação pode preservar a oxigenação e a ventilação pulmonar, favorecendo a recuperação do paciente. Este trabalho de revisão antecedeu o trabalho depois realizado com este tipo de pacientes, em que a atividade do fisioterapeuta veio complementar o cuidado oferecido pela equipe de enfermagem.

Termos de indexação: fisioterapia respiratória; enfermagem; pneumonia aspirativa; ventilação mecânica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Ciências Médicas

ISSNe 2318-0897 (eletrônico)
ISSN 1415-5796 (impresso)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.