Populorum Progressio 50 anos depois

Edelcio Ottaviani

Resumo


O presente artigo aborda a Populorum Progressio com um olhar carregado de acontecimentos e pensamentos ocorridos 50 anos depois. Não se trata de uma leitura analítica de todos os seus pontos e nem de uma exaustiva análise histórica, embora aborde essas duas dimensões ao mostrar a validade de seu pensamento como alternativa à hegemonia da razão neoliberal, que tem pautado os critérios para avaliar o desenvolvimento e o progresso dos povos na realidade atual. O artigo está dividido em duas partes, seguidas de uma pequena conclusão. Na primeira parte é apresentado o lugar da Populorum Progressio na Doutrina Social da Igreja, bem como o contexto histórico, a estrutura e principais pontos do documento. Na segunda parte procurar-se-á contrapor os valores e os fundamentos do Estado de bem-estar social, sobre o qual está pautada a noção de desenvolvimento na Populorum Progressio, à nova razão do mundo, pautada no pensamento neoliberal. Para tanto, lançamos mão das análises filosóficas de Michel Foucault, Christian Laval e Pierre Dardot, quanto das análises teológicas de José Comblin e dos aportes pastorais do Papa Francisco.


Palavras-chave


Desenvolvimento. Estado de bem-estar social. Neoliberalismo. Populorum Progressio.

Texto completo:

PDF

Referências


COMBLIN, J. Cristãos rumo ao século XXI: nova caminhada da libertação. São Paulo: Paulus, 1996. p.206-225.

CONCÍLIO ECUMÊNICO VATICANO II (1962-1965). São Paulo: Paulus, 2002. Documentos.

DARDOT, P., LAVAL, C. A Nova razão do mundo: ensaio sobre a Sociedade Neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016. p.58-273.

FRANCISCO, Papa. Radio Mensagem para o Dia Mundial dos Refugiados e Imigrantes. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 2018. Disponível em: <http://w2.vatican.va/content/francesco/pt/messages/migration/documents/papafrancesco_

_world-migrants-day-2018.pdf>. Acesso em: 23 jan. 2018.

FOUCAULT, M. Dits et Ecrits. Paris: Gallimard, 2001. Tome II (1976-1988). Édition Établie sous la direction de Daniel Defert et François Ewald avec la Collaboration de Jacques Lagrange.

FOUCAULT, M. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, 2005.

FOUCAULT, M. Nascimento da biopolítica. São Paulo: Martins Fontes, 2008a. Curso ministrado no Collège de France de 1978 a 1979.

FOUCAULT, M. Segurança, território, população. São Paulo: Martins Fontes, 2008b. p.143. Curso ministrado no Collège de France de 1977 a 1978.

GASPARETTO, A. O Contexto histórico da Encíclica Mirari Vos. Revista Estudos Filosóficos, n.3, p.43-56, 2009. Disponível em: . Acesso em: 10 fev. 2017.

HOBSBAWM, E.J. A Era do Capital (1848-1875). São Paulo: Paz e Terra, 2012.

HOBSBAWN, E.J. A Era dos Impérios (1875-1914). 24. ed. Rio de Janeiro: São Paulo: Paz e Terra, 2017.

JOÃO XXIII, Papa. Carta Encíclica Mater et Magistra. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 1961. Disponível em: <http://w2.vatican.va/content/john-xxiii/pt/encyclicals/documents/hf_jxxiii_enc_15051961_mater.html. Acesso em: 2 mar. 2018.

JOÃO XXIII, Papa. Carta Encíclica Pacem in Terris. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 1963. Disponível em: . Acesso em: 3 mar. 2018.

LAMENNAIS, F. Paroles d’un croyant. s.l.: Edition de l’Évidence, 2006. Disponible: . Acèss: 11 Fév. 2018.

LEÃO XIII, Papa. Carta Encíclica Rerum Novarum. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 1891. Disponível em: . Acesso em: 1º mar. 2018.

MARX, K.; ENGELS, F. O manifesto comunista. São Paulo: Ched, 1980. Prefácio de 1872.

OTTAVIANI, E. A Busca da verdade no exercício da liberdade: especificidades, espiritualidade e dificuldades do Teólogo Contemporâneo. 2013. Dissertação (Mestrado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2013. f.76-88.

PAULO VI, Papa. Populorum Progressio. 14. ed. São Paulo: Paulinas, 2009. Carta Encíclica.

PIO XI, Papa. Carta Encíclica Quadragesimo Anno. Vaticano: Libreria Editrice Vaticana, 1931. Disponível em: <file:///C:/Users/Edelcio/Dropbox/Arquivos%20Edelcio/Documentos%20Edelcio/PUCSP/Congressos/PUCC/hf_l-xiii_

enc_15051891_rerum-novarum.pdf>. Acesso em: 10 mar. 2018.

SOUZA, N. Aspectos das raízes da Doutrina Social da Igreja. In: ZACHARIAS, R.; MANZINI, R. Magistério e Doutrina Social da Igreja: continuidade e desafios. São Paulo: Paulinas, 2016.




DOI: https://doi.org/10.24220/2525-9180v3n12018a4307

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Cadernos de Fé e Cultura

ISSNe 2525-9180 (eletrônico)

Este site é melhor visualizado utilizando navegador gratuito Firefox.